A Vinculação e o Desenvolvimento da criança...

A competência emocional durante os primeiros anos de vida, desenvolve-se no contexto da relação da vinculação (Soares, 2009)
Nota: A Teoria da Vinculação, também é conhecida como Teoria do Apego. Bowlby e Mary Ainsworth desenvolveram os principais conceitos desta Teoria.

#DEFINIÇÕES ACADÉMICAS

Internalização:

O processo de internalização é fundamental para o desenvolvimento do funcionamento psicológico humano. A internalização envolve uma atividade externa que deve ser modificada para tornar-se uma atividade interna, é interpessoal e se torna intrapessoal. O conceito foi desenvolvido por Vigovsky (1896-1934), que na sua teoria descreve o desenvolvimento do indivíduo como resultado de um processo sócio-histórico, em que a aquisição de conhecimentos surge pela interação do sujeito com o meio. Vigovsky descreve a Internalização como um dos processos de aprendizagem essenciais às funções psicológicas superiores (por ex. linguagem, memória) que  são construídas ao longo da história social do homem, na sua relação com o mundo. Assim, a Internalização refere-se ao processo de formação do conjunto de crenças, valores e significações que ocorre da relação direta com os conjuntos sociais em que se insere, na aquisição como suas, das normas e regras básicas de relacionamento, e na apropriação do conjunto de conhecimentos já adquiridos por esses grupos sociais em que se insere (exemplo: família, escola). Segundo Bowlby, começa logo na interação com a figura de vinculação. 

Vigovsky (1836-1934) foi professor e pesquisador, contemporâneo de Piaget.

Bowlby (1907-1990) foi um psicólogo, psiquiatra e psicanalista britânico, notável por seu interesse no desenvolvimento infantil e por seu trabalho pioneiro na Teoria da Vinculação, também conhecida como Teoria do Apego. 

Referências:


AINSWORTH, M. (1963). The development of infant-mother interaction among Ganda. In: FOSS, B. M. (Org.). Determinants of infant behavior. New York: Wiley. pp. 67-104.

VYGOTSKY, L. (1987). A formação social da mente. SP, Martins Fontes.

 

KLEINMAN, P. (2012). Psicologia, Tudo o que precisa de saber,4ªEd. Jacarandá. pp. 158-162.